A beleza oculta do Natal não é revelada ao amanhecer, mas em uma ótica correta dos fatos e eventos que compõe o Natal. O Natal trás um ambiente mágico e festivo, mas é exatamente isso que é lindo e envolvente, que pode nos afastar da verdade central do Natal. Ter revelação da beleza oculta do Natal, se dá por meio da compreensão clara do propósito do Pai na pessoa de Jesus. Vejamos isso em pelo menos quatro momentos a respeito de Jesus, que escondem uma beleza sem igual.

1. O verbo que se fez carne(João 1:1;14).

Não sabíamos que o Verbo se faria carne e estaria entre nós, os homens. Sabe o que isso significa? Deus não ficou omisso diante do erro do homem. Quem errou foi o homem, mas foi Deus quem consertou e para isso se fez necessário Jesus deixar sua forma infinita para se torna finito, deixou sua glória e grandeza para ser como eu e você, apenas humano. Eu não sei se você consegue compreender Deus se fazendo gente como a gente. Ele não fez isso para nos conhecer ou querer ser nosso amigo, mas nos salvar. Veja, Deus nos fez a Sua imagem e semelhança quando nos formou. Todavia, por causa do pecado Deus se fez semelhante ao homem para nos salvar.

2. Um menino que era o Rei (Isaías 9:6).

Essa é a cena mais celebrada do Natal, o menino Jesus na manjedoura, e de fato o Natal é a comemoração do nascimento dele. E quando olhamos para o presépio, de fato, contemplamos apenas uma criança. Mas era apenas uma criança? Claro que não! Isaías 740 a.C. viu o Rei, contemplou o governo que estava sobre os ombros daquela criança. Aquela criança é o Rei, o Senhor de nossas vidas! Mateus diz que os magos que saíram do Oriente viram um Rei (Mt 2:2). É importante entender que o Natal celebra o Rei vindo tomar posse do que é seu, você é Dele, toda a Terra é Dele! Então, a beleza oculta do Natal é que Deus escolheu esconder por detrás de uma criança o Rei do Universo!

3. Um amaldiçoado Salvador(Gálatas 3:13).

Essa com certeza é a cena mais horrenda a respeito de Jesus, quando sentenciado a morte de cruz. Mas é exatamente aqui que Ele realiza a obra a ele confiada. Uma enorme multidão via apenas um condenado e o instigava a descer da cruz para crer em suas palavras. O que eles não conseguiram perceber? É o que muitos até hoje não conseguem. Não conseguem perceber que a maldição do pecado que estava sobre nós repousou sobre Ele para nos libertar. A beleza oculta da cruz está em Deus Filho tomar na cruz toda a maldição para que todo o que Nele crê seja bendito, abençoado! A beleza oculta do Natal fez de você alguém que não tem como dar errado mais, pois Jesus tomou sobre sim tudo que podia te atrapalhar e impedir de dar certo.

4. Um morto vivo(Lucas 24:5)

Por se tratar de um plano eterno a história não ficou no Deus encarnado, nem na criança reconhecida como Rei, nem no que se fez maldito, mas agora há um Deus/Homem ou Homem/Deus a destra de Deus e Ele vive pelos séculos dos séculos! Agora, Ele não está só! Ele nos fez assentar junto com Ele (Ef 2:6). Preste atenção, a beleza oculta do Natal por meio da ressurreição é que Jesus não apenas voltou para o seu lugar de glória eterna, mas nos levou junto com Ele. A beleza oculta do Natal está em celebrar o nosso retorno ao propósito eterno do nosso Pai, pois somos seus filhos amados. Ele vive, você vive, para sempre (Ef 1:11-12). Feliz Natal!

Categorias: Mensagem