2 homens em cima de uma montanha ao pôr do sol

A Cruz te conduz ao seu destino

…nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade.

(Ef 1:11)



Nosso Pai nos salvou por causa do seu propósito. Seu propósito era bem antes da queda. E também não mudou por causa da queda. Apenas teve que ser inserido o plano de Redenção para que pudéssemos ser reconduzidos ao seu propósito.

A graça é a fonte, a origem e o combustível para o cumprimento do propósito de Deus. Seu destino é muito maior do que suas necessidades!

O problema é que temos a tendência de deixar de lado nosso destino, por causa das nossas necessidades. E pior, condicionamos o cumprimento do nosso destino ao suprimento das nossas necessidades. Isso não deveria ser assim!

Sendo assim, gostaria de ponderar sobre duas ações de suma importância para você seguir o seu destino.

1. Deixe Deus desenterrar os projetos que você enterrou

Este, baixando o corpo da cruz, envolveu-o em um lençol que comprara e o depositou em um túmulo que tinha sido aberto numa rocha; e rolou uma pedra para a entrada do túmulo.

(Mc 15:46)

Essa é a atitude de muitos irmãos. Eles põem um ponto final nos projetos de Deus por diversas razões, mas nenhuma delas é legítima.

Eles não creem no poder da ressurreição de forma prática em suas vidas. Para eles é mais fácil enterrar as situações e encerrar o que Deus começou. Paulo diz que precisamos conhecer o poder da ressurreição.

…para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte.

(Fl 3:10)

2. Seguir Jesus é seguir o seu destino

Ao saírem, encontraram um cireneu, chamado Simão, a quem obrigaram a carregar-lhe a cruz

(Mt 27:32)

Ser um discípulo é seguir o nosso destino! Creio que tomar a cruz de Jesus naquela hora significava também seguir o meu destino como Jesus seguiu o Dele. Ele é o mestre!

O seu destino envolve fazer como Jesus. O Calvário aponta para o destino (o lugar a posição), a cruz para a maneira como decidimos andar até lá e como iremos estar lá. Seu destino é fazer a vontade de Deus onde você está e na posição que Ele te colocou.

Jesus exortou pessoas que usavam os dons espirituais, mas não faziam pela razão certa. Não era segundo a vontade do Pai.

(Mt 7:21-23)

Eles acreditavam que estavam sendo úteis! Só não entenderam que era por meio da cruz que iriam manifestar a vontade do Pai em sua utilidade. Eles entenderam o destino, mas não o meio certo, a cruz.

Em Hebreus somos exortados a correr, olhar e considerar para que não nos fatiguemos.

(Hb 12:1b-3)

Hoje Ele deseja que o sigamos, deseja que isso seja em alegria sem exaustão.

Ele deseja que tomemos a nossa cruz como discípulos, mas também a Dele tendo clareza do nosso destino.

Você é o sal da terra e a luz do mundo! Salgue e ilumine!