Um dos desafios que todos nós teremos de vencer em nossa vida é o desânimo. Pois se desejamos permanecer dentro do mover de Deus, cumprindo o destino Dele em nossas vidas é crucial vencer o desânimo e o cansaço.

Só fica desanimado ou cansado quem estava ativo! Hoje o Senhor deseja remover da sua alma todo desanimo e cansaço!

Quando falo de desânimo estou me referindo a aquela sensação de prostração que tira todo o prazer da vida. As coisas continuam acontecendo ao seu redor, mas você simplesmente se torna indiferente a tudo.

É muito ruim quando as coisas ao seu redor não te despertam sonho nem raiva. Isso significa que você se tornou apático e indiferente.

O desânimo vem quando as batalhas se tornam mais longas do que esperávamos. As dificuldades parecem demasiadamente grandes. Você tem se esforçado, mas parece que nada acontece. Paulo diz para não nos cansarmos de fazer o bem porque a seu tempo ceifaremos.

 E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos (Gl 6:9).

Você tem feito a coisa certa, mas não tem visto os resultados certos. Parece que tudo aquilo que fazemos não faz nenhuma diferença.

Mas o Senhor nos diz: “não se canse! Você vai colher!” Eu quero encorajá-lo hoje: o seu tempo de colheita está chegando. Isso é o que Davi estava enfrentando em I Samuel 30.

Ele estava fazendo a coisa certa, mas o resultado ruim veio sobre ele de repente. Esse certamente foi o momento mais triste da vida de Davi – (Ler 1Sm. 30:1-8)

Veja, as circunstâncias estavam fazendo parecer que a promessa de ser rei poderia nunca acontecer na vida de Davi. O que produz o desânimo? Podemos ver três atitudes:

a. Reação de desespero – 30:4

Davi e seus homens choraram até não ter mais forças para chorar. Quanto tempo demora para acabar a força de um homem que está chorando? Se você der espaço o choro irá drenar suas forças.

b. Procurar alguém para culpar – 30:6

É tudo culpa do Davi. Ele é o líder. Ele deveria ter planejado melhor suas ações. Depois que o homem caiu a primeira coisa que ele fez foi procurar um culpado. Adão disse: “a mulher que me deste, ela me deu do fruto…” Se Deus deu a mulher, logo ele é o culpado.

c. Encher-se de raiva e amargura – 30:6

Toda amargura no final é contra Deus. Pensamos que não merecemos sofrer porque somos bons, logo Deus é injusto em permitir o nosso sofrimento. Lembre-se, a atitude de buscar um culpa é só para produzir alívio na alma, mas não resolve o problema! Então a pergunta é: Como vencemos o desânimo?

1. Reanime-se no Senhor!

Ele se levantou em fé enquanto os outros reclamavam e se enchiam de amargura, ele se encheu da força do Senhor. Reanimar-se no Senhor significa trazer a consciência de que tudo o que fiz foi para Ele e não para homens! Quando você fala da maneira correta consigo mesmo a coragem se levanta, a visão é alargada e o ânimo é recobrado.

2. Vista-se com as vestes de justiça!

A segunda coisa que Davi fez foi pedir que trouxessem a ele a estola sacerdotal. O linho é um símbolo da justiça de Cristo. Hoje nós somos os sacerdotes reais e estamos vestidos com as vestes de justiça. Quando abrimos a nossa boca e confessamos que nós somos justiça de Deus em Cristo, somos habilitados para ouvir a direção do Espírito que nos conduz à vitória.

A sua vitória está à porta!

Você deve se lembrar que o propósito de Deus não mudou e a sua promessa vai se cumprir em sua vida como se cumpriu na vida de Davi.

O mais impressionante é que três dias depois o rei Saul morreu em batalha e alguns dias depois Davi foi levantado como rei de Israel. Isso foi aproximadamente treze anos depois que foi ungido por Samuel. Não desista! A vitória está mais próxima do que você imagina.

Agora, mesmo renovado ainda havia um problema a ser resolvido. Davi se levantou e foi resolve-lo (1Sm 30:9-10).

Besor significa animado. Interessante é que 200 homens ficaram ali e 400 foram a peleja. Os desanimados não têm disposição de ir à luta.

Isso nos mostra que o animar de homens é bom, mas não é suficiente para vencer o desânimo. Se você não falar para você mesmo sobre a sua vitória, não adianta outro falar.

Quando os 400 homens de Davi voltaram com a vitória e os despojos, eles não quiseram repartir com os 200 que ficaram no ribeiro (1Sm 30:21-31).

Mas Davi não permitiu que tal coisa acontecesse. E por isso, conseguiu fazer de todos e não apenas dos 400 homens seus valentes. Precisamos aprender a valorizar todos e não permitir que haja rejeição para com aqueles que não estão conseguindo responder ao seu chamado em Deus em nosso meio. Se agirmos assim, certamente levantaremos os “valentes da Hebrom”.