Por muito tempo trabalhamos com muita força na necessidade de edificarmos a igreja no seu aspecto interno, priorizando os relacionamentos, a nossa estrutura e seus níveis de influencia também de maneira interna. Nesse domingo passado o Senhor ministrou no meu coração enquanto ministrava o louvor que    “É TEMPO DE SAIRMOS DA DIMENSÃO DOS PILARES INTERNOS DA IGREJA.”

É importante entendermos que o curso do mover de Deus tende a mudar, ou seja, precisamos seguir o curso do rio de Deus. Por que onde o rio estiver, ali também terá vida fluindo.

Preste atenção; não estou dizendo que tudo o que vivemos até agora foi errado, pelo contrario; Creio que o Senhor gerou no nosso meio um povo com um nível de maturidade e percepção Espiritual. De fato há no nosso meio irmãos com o senso e responsabilidade ministerial de verdadeiros ministros, sacerdotes e pastores.

•Acredito que vivemos experiências maravilhosas com o Senhor nesses últimos anos, mas também acredito que não foram e nem serão as únicas. Eu percebo que o Senhor está nos alinhando, amolando o machado para que o nosso poder como igreja seja maior e de um longo alcance.
•Nessa sexta no EVIDENCE Deus falou algo muito precioso, e creio que não somente comigo, mas com muitos irmãos que ali estavam. (As nações esperam por você)

Temos enfatizando nesses dias muito sobre a importância de estabelecermos o Reino de Deus aqui nessa terra. E de fato creio que esta seja a principal missão da igreja, e que era justamente isso que Jesus tinha em mente quando disse que iria edificar a sua ekklesia e que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela.

“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” Mateus 16:18

Essa afirmação nos dá o sentido de que, a igreja se arremete contra as portas do inferno, ou seja,
agir impetuosamente e lançar-se em ataque. Ela avança invadindo os espaços e ambientes que estão sob o domínio das trevas.

De fato estamos aqui para resistir às obras do Diabo.

Ex: o evangelho nos trouxe tudo de graça, mas chegara o dia que custará tudo pra você. Pr Gustavo Paiva

E qual é o objetivo do avanço da igreja? Estender o Reino de Deus para aqueles que ainda se encontram no império das trevas.

“O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor;” Colossenses 1:13

Se desejamos cooperar para que o Reino de Deus se estenda em nossos dias e nas próximas gerações, precisamos permitir que a fonte da cultura do céu, a fonte de todos os valores e ações do Reino de Deus permeie nossos corações e a nossa mente;

E toda essa fonte é O AMOR DO PAI.

O reino não está em estruturas… o reino está em você!!! “tudo que é original do Reino, flui de dentro.”

“Não odeie o que Deus AMA” – Texto base: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

“Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.” João 13:34

Paralelo de Efésios 5 e 6

Nesses dias estava meditando no livro de efésios e tive a oportunidade de compartilhar algumas coisas com a liderança da minha rede.

Quando o apostolo Paulo fala sobre estarmos firmes diante das ciladas do Diabo em efésios seis era necessários haver uma postura diferente; ou seja, preparar-se como um soldado para a uma batalha, mas como? Se revestindo toda a armadura de Deus.

Como falei antes a igreja é esse exercito, essa força avassaladora. Mas o que me chama atenção é que o apostolo Paulo faz algumas distinções em relação aos aspectos que a igreja representa.

E uma delas ele relata do capitulo cinco usando a figura de um casamento, uma relação de amor e proteção entre cristo e a igreja.

E o que me chama atenção nesse paralelo é que há uma diferença entre um soldado que vai para a batalha porque esse é o seu oficio; e de um soldado apaixonado pela sua pátria e pela a sua causa.

Tudo no Reino de Deus tem como fonte, O AMOR INCONDICIONAL DO PAI! (ágape)

Essa foi a grande luta que Pedro levou para compreender o verdadeiro amor que Jesus falava, mas chegou o momento em que ele teve a compreensão em um encontro com Jesus naquela praia na galileia.

Quando olhamos para Jesus, vemos que o seu amor era a contracultura nos seus dias. Jesus era totalmente não convencional, Ele escolheu pescadores, coletores de impostos e prostitutas para dar um novo formato ao mundo.

Ex: Eu na minha juventude decidir me afastar das pessoas para não me contaminar com elas. (santidade não é você se afastar das pessoas, mas permanecer ao lado delas sem se contaminar)

Jesus não era como um olheiro ou como um treinador de futebol que enxergava o potencial das pessoas e tentava treiná-las para que se tornassem melhores em suas habilidades. Ele as enxergava através das perfeitas lentes de amor: do ponto de vista do Pai!

Ex: antes falávamos que Jesus era o médicos dos médicos para curar as pessoas. Mas ele se especializou-se! Ele agora também é oftomologista e também tem óptica.

Jesus tratava as pessoas com um valor incomum, um valor que elas não mereciam, uma honra que elas não possuíam.

Jesus conseguia ver o que aconteceria se essas pessoas tivessem uma conexão com Deus e passassem a viver dentro do propósito para o qual foram criadas.

Ele as colocava na eternidade simplesmente amando-as por ver o resultado final na vida delas através da sua obra consumada na Cruz.

Talvez você possa falar que Jesus é o cara, afinal ele era o próprio DEUS. Mas nunca se esqueça que aqui na terra ele veio como homem como eu e você, e passou por coisas semelhantes que eu a você passamos todos os dias.

“Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento(entendimento ou pensamento) que houve também em Cristo Jesus,” Filipenses 2:4,5

Quando Jesus se movia por compaixão, não era apenas por causa de um sentimento que Ele tinha, mas uma compreensão e uma convicção do que as pessoas realmente significavam para o Pai.

Quando olhamos para o mundo com as lentes de Deus, conseguimos enxergar até mesmo os mais brutais e terríveis dos homens com a lente do AMOR. Esse é o nosso desafio!!!

Em João 3.16 não é tanto sobre a identidade do povo de Deus, mas sobre a natureza do amor de Deus.

Não é sobre um amor condicional em que Deus ama somente aqueles que o amam. Amar o [Mundo] não é aqui tanto um termo de extensão; antes, é um termo de intensidade.

O objetivo de seu emprego não é sugerir que o mundo é tão grande que é preciso uma grande dose de amor para abarcá-lo completamente, mas que o mundo necessita de um grande tipo de amor para poder amá-lo, e sobretudo para amá-lo como Deus o amou quando deu o seu Filho por ele.

Você sabe o que causou a total diferença entre você e um assassino, um corrupto da lava-jato, um ladrão ou uma prostituta? O que causou a total diferença que há entre nós ele, foi um toque de amor, o amor de Deus.

Quando Jesus disse que Deus amou o mundo, nesta afirmação Ele revela qual é a maior necessidade de todo ser humano, ser amado com o amor de Deus.

E uma das coisas que tem me ajudado a amar pessoas que aparentemente não deveriam ser alvos do amor é mudar a ótica de como vê-las. Eu quero ver o mundo com a ótica de Deus, pois, EU NÃO POSSO ODIAR O QUE DEUS AMA, DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA…

Essa foi a experiência do apostolo João, o conhecido apostolo do AMOR.

Apocalipse 19:6-8 “Então, ouvi uma como voz de numerosa multidão, como de muitas águas e como de fortes trovões, dizendo: Aleluia! Pois reina o Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso. Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou (se aprontou), pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos”.

João sempre foi amigo de Jesus, mas agora ele estava diante do maior desejo do Pai para o Filho, a noiva de Cristo, JOÃO CONHECEU A NOIVA PRONTA! (Teve revelação)

A coisa mais incrível que ele viu foi o fato de que ela estava totalmente preparada.

João estava vendo o auge, o fim, a obra completa de todos os que foram alcançados por Cristo, a Noiva totalmente preparada, sem ruga, sem mácula, perfeita para O Noivo, pronta para o Casamento.

E foi assim que João passou a enxergar a igreja e os futuros filhos do Pai, ele os enxergava na perspectiva da obra final.

A Minha oração é para que o Espirito Santo nos ajude a enxergar hoje as pessoas no final da corrida com o troféu nas mãos. Assim vamos atribuir valor, importância e amar cada pessoa que cruzar o nosso caminho, pois passaremos a ver o mundo com a ótica do Pai.

Ex: Fernando, (hoje tem um programa de radio evangélica em colinas-TO)

Você já parou para pensar o que aconteceria com você se desde criança seus pais lhe tratassem como se você fosse se tornar uma das pessoas mais importantes da história e da eternidade?

E o que aconteceria se escolhêssemos tratar as pessoas segunda a sua identidade eterna?

Oh meu irmão e minha irmã, eu creio que agora você é Espiritual. e hoje temos a oportunidade de viver a pratica desse versículo.

Foi isso que Paulo quis dizer em 2Co 5:16 “Por isso daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne”

Temos motivado muito dos nossos irmãos a fluírem nos dons, mas precisamos fazer do amor uma cultura em nossos corações. Os dons deveriam ser uma das maneiras de manifestarmos o amor de Deus as pessoas.

1Co 14:1 “Segui o amor e procurai, com zelo, os dons espirituais, mas principalmente que profetizeis”.

Antes de buscar o dom, precisamos seguir o amor. Todo dom espiritual deve ter como fonte, impulsionamento o amor, não é por acaso que em quase todas as curas e libertações que Jesus operou a bíblia relata que antes ele se enchia de compaixão pelas pessoas.

Não existe nenhum poder que venha de Deus que esteja separado do amor!

Fomos chamados para estabelecer o governo de Deus, mas quero lhe dizer algo, VOCÊ NUNCA TERÁ AUTORIDADE SOBRE AQUILO QUE VOCÊ NÃO AMA!

Você não será uma voz de esperança e salvação se você está em conflito com as pessoas do mundo que Deus ama. Se você deseja ter influência, você precisa se unir natureza do amor de Deus.

Você precisa ter um coração de amor em primeiro lugar porque Deus pode te usar para ganhar um dos inimigos do cristianismo para Sua causa. Precisamos ser como Barnabé, ele lutou para que Paulo fosse aceito porque os cristãos o haviam excluído por causa das suas antigas ofensas.

Precisamos crer no melhor dos planos de Deus para a humanidade, todas as pessoas que ainda vivem, são dignas de experimentar o amor de Deus.

Conclusão

Testemunho de Augusto Cury falando sobre os discípulos

Quero ser prático em desafiar você a partir de hoje a olhar para todas as pessoas do seu dia a dia dizendo no seu interior, essa pessoa precisa ser amada com o amor de Deus.

Quero lhe propor algo, toda as vezes que você ver na tv um criminoso, um corrupto, você dizer, o que essas pessoas precisam é de um toque do amor do Pai!

Porque estou propondo esse exercício? Para que possamos criar uma cultura de amor em nossos corações e passarmos a ver o mundo com os olhos do Pai!

NÃO ODEIE O QUE DEUS AMOU DE TAL MANEIRA … Vamos orar por um batismo de amor!

A pessoas não são simplesmente paisagens, mas infelizmente existem Igrejas e lideres que normatizam a vida das pessoas e não permitem que elas saiam da paisagem. Vamos pintar esse quadro de maneira diferente. Pr Marcelo Almeida

Categorias: Mensagem