Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor (Ef 4:15-16).

É de suma importância entender que não fomos salvos para sermos apenas frequentadores de culto e célula, semana após semanas.

Vir ao culto e ir a célula não é uma questão de cumprir uma obrigação. Mas envolve estar inserido em um propósito.

Esse propósito vai exigir de nós unidade, mas para se ter unidade é preciso que o amor seja uma experiência prática. Então veja, é importante entendermos essa verdade de forma prática. Pense comigo, o propósito é o destino, a unidade é o veículo e o amor o combustível.

O veículo não anda sem o combustível. Ser Hebrom é ser parte de uma família. Somos uma família de amor, para edificarmos uns aos outros! Essa família tem um propósito, e ele só será alcançado se houver unidade, e a unidade só será mantida se seguirmos a verdade em amor. Para isso é necessário compreender que:

1. Não pode faltar nenhum (Propósito, unidade e amor)

Se faltar qualquer um desses elementos não concluiremos o plano de Deus para com a nossa vida e Igreja. Veja, o povo que saiu do Egito tinha um propósito, Canaã.

Creio que a mentalidade de escravo impediu o povo de andar em amor e unidade. É provável que suas perdas, seus sofrimentos e suas marcas como escravos não permitiram que eles desenvolvessem emoções saudáveis. Isso acontece hoje em dia também. V

eja, sair do Egito não era o plano, Deus tinha um plano muitíssimo superior. Há um plano superior para a sua vida também, não fique parado em sua salvação, é preciso alcançar o propósito por meio da sua nova identidade.

2. Uma paixão queimando dentro de mim

O amor é expresso pela aceitação e disposição de edificar até o fim uns aos outros. Por sua vez a paixão é a resposta por sermos constrangidos pela grandeza do amor de Deus por nós. A paixão nos faz ousados, incansáveis e finalizadores.

Somos tomados pelo zelo de Deus por aquilo que Ele ama extraordinariamente, a Igreja! Paulo disse:

Podem me aguentar mais um pouco? Por favor, tenham paciência comigo. O que me deixa tão abatido é que me preocupo demais com vocês — é a paixão de Deus queimando dentro de mim! Prometi a Cristo a mão de vocês em casamento, apresentando-os como uma virgem ao seu marido (2Co 11:1-2 – A mensagem).

Precisamos como Paulo, ter esse fogo queimando em nosso peito pela amada, pela Noiva, pela Igreja! O diabo usa pessoas o tempo todo para denigrir, diminuir e reduzir a Igreja a algo comum, sem valor.

Não se esqueça ela é a Noiva de Cristo! Jesus morreu para gera-la. Não fale mal e jamais aceite que alguém fale mal da Noiva de Jesus.

Cada dia mais, devemos trabalhar para apresentar os irmãos e a nós mesmos como Noiva virgem, pura, santa, sem mácula e irrepreensível na vinda do Noivo (2Pe 3:14).

Categorias: Mensagem