1 Coríntios 10:1-2 – Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, tendo sido todos batizados, assim na nuvem como no mar, com respeito a Moisés.

Romanos 6:4 – Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida”.

Existe duas maneiras de se viver.

Você pode passar a sua vida inteira reagindo ao que você não quer ser (pecador), ou você pode passar a sua vida inteira respondendo a visão que Deus lhe deu a respeito daquilo que você deve ser (justo).

Se você passa a sua vida reagindo ao que você não quer ser (pecador), você vai precisar o tempo todo ter em mente o que você não quer ser (pecador). Mas aqui reside o problema, aquilo que você tem em mente é justamente aquilo que você irá se tornar.

Eu vejo isso nos filhos que se decepcionaram com seus pais. Grande parte deles crescem reagindo em suas mentes dizendo que não serão como seus pais, que não cometerão os mesmos erros que seus pais cometeram. Veja, eles querem sair desse modelo de paternidade.

E advinha o que aconteceu? Eles acabam se tornando exatamente o que não queriam se tornar. Porquê? Por que essa era a imagem que o tempo todo estava sendo alimentada em suas mentes.

Provérbios 23:7 – Porque, como imagina em sua alma, assim ele é.

 

John Maxuell diz: Você se torna o que as pessoas mais importantes da sua vida pensam o que você é!

Quem é a pessoa mais importante da sua vida? Creio que é Deus a pessoa mais importante na sua vida. Quais são os pensamentos Dele sobre você? Os melhores e cheio de paz (Jr 29:11).

Quando você olhar para você a partir dessa perspectiva você será o que Deus deseja que seja! Veja, Moisés sendo filho de uma escrava teve que ser criado pela filha de Faraó. Porquê?

Porque se ele fosse criado por sua mãe biológica, ele seria criado com uma mentalidade de escravo e não poderia libertar o povo da escravidão por ter uma identidade de escravo construída em seu interior.

Mas, ao ser criado pela filha de Faraó, ela se tornou a pessoa mais importante na vida de Moisés até o seu encontro com Deus. E por causa disso, ele teve uma identidade de príncipe construída em seu interior. Príncipes podem libertar escravos!

Se Deus é a pessoa mais importante na sua vida, então você se tornará aquilo que Deus pensa ao seu respeito! É por isso que precisamos renovar a nossa mente, para que possamos pensar a respeito de nós mesmos com os pensamentos de Deus.

São os pensamentos daquele que nos criou que deve definir a nossa verdadeira identidade.

O apóstolo Paulo nos diz claramente usando uma analogia do V.T. que, ao passar pelas águas do batismo, representadas pelas águas do mar vermelho, o povo hebreu deveria ter deixado para trás, não só a vida de escravo, mas também a mentalidade de escravo.

É por isso que no texto de Romanos, tratando do mesmo assunto, o batismo, Paulo nos diz que nossa velha vida foi sepultada com Cristo para vivermos em novidade de vida, você não é mais escravo.

Até os demônios sabem disso, mas você precisa permitir ser convencido dessa verdade! O batismo te liberta da sua identidade de escravo e da mentalidade de escravo.

Pedro disse em 1 Pedro 3:21: …a qual (água), figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo.

Veja, Pedro está afirmando que o batismo não remove a experiência do pecado, a sujeira da carne. Antes nos dá uma resposta em nossa consciência para respondermos apropriadamente a quem nos acusa quando falhamos. Deus deseja que você experimente de fato ser um filho amado.

Filhos amados erram? Sim. Mas deixam de ser amados? Não! Você precisa trazer essa verdade para dentro da sua mente e consciência. Então o problema de alguns é o mesmo daquela geração que saiu do Egito.

Suas consciências não conseguem responder a obra completa de Deus na cruz. Eles sabem que foram feitos justos, santos, filhos, herdeiros de tudo, etc. Mas basta errar e sua consciência nega tudo o que Deus fez por eles.

Lembre-se, por meio do batismo, você recebeu uma boa consciência para nunca esquecer o que foi feito por você na cruz! Então, não adianta apenas se ver livre, como eles foram, é preciso pensar como alguém livre. O batismo não é um ritual, mas uma experiência espiritual que exige fé.

Você agora, tem uma consciência boa que pode dar resposta as perguntas (indagação) da carne do diabo e das pessoas quando você peca, sem se sentir acusado.

Nessa hora você responde apropriadamente a respeito das verdades que Deus executou na cruz. Os hebreus que saíram do Egito se viram livres de faraó, mas em suas consciências e mentes ainda eram escravos.

Nos textos que lemos, Paulo faz questão de mostrar que Deus deu as experiências necessárias para que eles olhassem para si e vissem o quão importantes e amados eram. Mas não foi suficiente!

Hoje, temos a prova mais forte do universo sobre o nosso valor e sabemos claramente. Quando você olhar para si mesmo, veja como o filho pródigo se viu quando voltou para a casa do pai, filho amado!

Ele não viu os trapos de sua roupa, ele não sentiu o fedor do chiqueiro e nem percebeu a miséria de quem era. Ele apenas contemplou sua nova roupa de filho, sua sandália de alguém livre, seu anel de herdeiro e ainda desfrutou de provisão completa todos os dias da sua vida.

Era escravo, mas agora é filho e filho para sempre! Você é filho! E filhos tem da parte do Pai duas coisas primordiais:

1. São para eles todas as promessas

Pois Jesus Cristo, o Filho de Deus, que foi anunciado entre vocês por Silas, por Timóteo e por mim mesmo, não é “sim” e “não” ao mesmo tempo. Pelo contrário, ele é o “sim” de Deus porque é o “sim” de todas as promessas de Deus.

Por isso dizemos “amém”, por meio de Jesus Cristo, para a glória de Deus. Pois é o próprio Deus que nos dá, a nós e a vocês, a certeza de que estamos unidos com Cristo. E foi Deus quem nos separou para si mesmo.

Como dono ele pôs a sua marca em nós e colocou no nosso coração o Espírito Santo, que é a garantia das coisas que ele guarda para nós (2Co 1:19-22 –  NTLH).

Paulo está dizendo que você já tem o sim de Deus em todas as promessas, que é o próprio Senhor Jesus. Mas também a certeza que está unido com Cristo e assim torna-se participante de tudo aquilo que Cristo participa. E para que você e tenha mais tranquilidade e confiança, Paulo diz que o Pai nos dá o Espírito Santo.

Isso por que Ele é a garantia das coisas que o Pai guarda para nós! Meu Deus! Porque a garantia é por meio do Espírito Santo? Porque o Espírito Santo tem a habilidade de nos convencer da justiça.

O que significa convencer da justiça? Te convencer a ver e receber o que foi feito e dado a seu favor para que assim, você possa desfrutar de tudo o que foi preparado desde a eternidade passada. Seu Pai pensou em você, em como te surpreender todos os dias da sua vida.

Sempre oro quando acordo dizendo: Senhor hoje estou pronto para ser surpreendido pelo Senhor! Preste atenção, filhos de Deus devem sempre esperar coisas boas e nunca as má, isso porque eles tem esperança renovada todos os dias!

As promessas de Deus foram dadas pensando em você. A Bíblia é um grande livro de promessas. Há dezenas delas para o seu dia. Não viva achando que elas não têm nada a ver com você.

Elas foram dadas por sua causa, para suprir você de satisfação e esperança, mas também de provisão diária. Lembre-se, você e filho! Mas nunca se esqueça, seu Pai não falha!

2. São herdeiros

Paulo disse em Gálatas 4:31: E, assim, irmãos, somos filhos não da escrava, e sim da livre.

Veja, Agar é um símbolo da nossa antiga origem egípcia. Viver segundo a descendência egípcia só produz escravidão em nossa vida. A descendência de Agar só gera filhos escravos. Paulo diz que somos filhos da livre.

O que significa ser filho da livre? Que você é um tipo de Isaque, como Isaque era um tipo de Cristo. Isso significa que você é herdeiro como Isaque e Cristo. Aleluia! Sabe o que o filho pródigo sabia quando pediu a sua parte da herança? Ele era herdeiro.

É por isso que o pai deu a parte dele. O que o filho pródigo não sabia? Ele só não sabia que era herdeiro não apenas de uma parte, mas de tudo.

Sabe o que o filho pródigo descobriu quando voltou para a casa do pai? Que ainda era herdeiro de tudo que o pai tinha e que ainda havia uma herança inesgotável para ele viver dias felizes para sempre!

Ouça, Jesus contou essa parábola para mostrar qual é a sua posição independente do que você fez. Sua posição é maior que seus erros. A graça sempre vai vencer o pecado.

A graça de Deus é invencível na sua vida (Rm 8:33-39)!

Não tem como sua vida dar errado! Preste atenção, filhos naturais só desfrutam da herança quando os pais morrem. Todavia, não é assim com o Pai Celeste, desfrutamos em vida. A Bíblia diz que reinamos em vida, hoje é agora.

O filho pródigo entendeu essa verdade, por isso pediu e recebeu. O pai não relutou em dar, ele apenas deu, mostrando assim, outra verdade sobre o desfrute da herança.

O irmão do filho pródigo não entendeu, mas o pródigo sim. Concluímos que Jesus estava mostrando que o padrão do céu é totalmente oposto ao da terra. Então, o que Deus espera que você faça diante desta verdade?

Que você assuma sua posição de herdeiro. Ele espera que você confie na bondade Dele e cuidado por sua vida, independente do que está passando, vivendo todos os dias da sua vida como filho amado.

Que confia no cuidado de seu Pai Celeste.

Categorias: Mensagem