O reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão (Daniel 7:27).

Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2Pe 1:11).

Quando falamos de Reino sem fim…, estamos afirmando que o Reino de Deus é eterno. Ele não tem fim! Desde sempre e para sempre Deus governa! Eternizar significa tornar eterno.

Sendo assim, como herdeiros do Reino, é necessário viver uma vida focada no Reino eterno de Deus (não me refiro ao reino milenar). Ter um foco na eternidade do Reino de Deus implica em ter uma atitude proativa e intencional hoje para com ele!

A omissão a ele é porque nos falta entendimento da eternidade do Reino de Deus. E como resultado passamos a viver com o foco nas coisas temporais. Paulo disse:

…não atentando (observar, contemplar) nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas (2Co 4:18).

Como observar o que não vejo? Criando uma imagem a respeito do que não vejo mais sei que é real. Porque deve ser assim? Para que nós aprendamos a andar por fé.

O Pai ama quando o filho vê pela fé. Isso significa que o filho crê mais na palavra que o Pai diz a ele do que naquilo que seus olhos veem. Se você pudesse contemplar a grandeza do Reino de Deus, certamente daria outra resposta.

Mas isso não seria uma resposta em fé. Seria apenas uma resposta natural, pois seus olhos estão contemplando algo. Crer no que já existe não é fé, é apenas uma conclusão objetiva das coisas que se vê.

Exemplo: Seu casamento esta em ruínas, mas Deus diz que já está restaurado. Você crê no que vê ou no que não se vê?

Então, o perigo de não compreendemos sobre a eternidade do Reino de Deus, é que podemos cair no erro de eternizar o que Deus não eternizou. Dando valor eterno as coisas temporais, e assim, perdemos o sentido existencial nessa vida para com Deus e seu Reino (dinheiro – status – sucesso – bens).

Nada de errado em desfrutar das coisas boas da vida, mas isso não é viver o propósito de Deus. Desfrute do melhor da vida, fazendo o melhor para Deus.

Gostaria de ressaltar três coisas que foram eternizadas dentro do plano perfeito de Deus.

1. A Terra é eterna

Nós sabemos que a Terra foi amaldiçoada, por isso passou a produzir espinhos (cardos e abrolhos). Mas isso não significa que ela não mais faz parte do plano de Deus. Ela será restaurada. O fato de a Terra ser restaurada (novos céus e nova Terra), significa que Deus não desistiu do seu plano eterno para ela.

Existem milhares de planetas, mas a Terra foi escolhida dentro do plano eterno de Deus.  A restauração é um ato da continuidade do seu propósito nela, unicamente por causa do dano que o pecado trouxe a ela.

Deus restaurará a Terra pela segunda vez, a primeira foi em Gênesis 1:3 em diante e a segunda é em Apocalipse 21:1. Então, se você eterniza as coisas temporais quando o fogo da purificação vier irá destruir tudo o que você eternizou

Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios (2Pe 3:7).

Exemplo – Se você faz das coisas eternas seu alvo, todo o seu investimento será preservado (o seu dinheiro).

Foi pensando nisso que Jesus ensinou para os discípulos sobre o melhor lugar para se acumular riquezas.

Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração. (Mateus 6:19-21).

Jesus deixa claro que seu coração segue seu tesouro. Se ele está aqui, seu coração também está.

Se está no céu, seu coração o seguirá também. Jesus deixa claro que há coisas que você faz aqui que reflete no céu e na eternidade. Tudo que está no céu e eterno! Como eu sei onde está meu coração? Basta ver onde você investe suas riquezas.

Se apenas na sua vida ou também no Reino de Deus. Nada de errado em investir em você, mas nunca ao custo de deixar de investir no Reino de Deus.

É importante lembra-lo que a Igreja é a manifestação do Reino de Deus.

2. O homem é eterno

Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim (Eclesiastes 3:11).

Quando falamos de eternização é importante situar o homem dentro dessa verdade. O homem é eterno, porque Deus o fez assim. Independente de ser salvo ou não toda a humanidade é eterna.

A grande questão é, alguns viverão eternamente no castigo eterno (Ap 20:11-15).

A Bíblia o chama de segunda morte. Mas nós, os filhos, viveremos eternamente com nosso Pai e Deus em seu Reino.

Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a cura dos povos.

Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte está o nome dele.

Então, já não haverá noite, nem precisam eles de luz de candeia, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos (Ap 22:1-5).

Sendo assim, por ser eterno, não pense que essa vida é a única experiência que você e a humanidade terá.

Essa é apenas a experiência inicial de uma experiência eterna. Isso nos leva a ter uma atitude correta para com a nossa vida. Mas também a respeito da vida das pessoas que estão ao nosso redor! Posso ser um canal de Deus na vida delas!

3. O sonho de Deus é eterno

Porque a Árvore da Vida é eterna? Para que o homem possa desfrutar plenamente de tudo o que Deus é. Você só saberá e experimentará Deus se aprender a comer Dele. E isso é um princípio hoje e sempre, é eterno!

Deus criou o homem para ser eterno. O meio seria comendo da Árvore da Vida. Mas qual o sonho que estava por detrás da criação do homem? Uma família de milhões de milhões de filhos! O sonho de Deus é uma família eternizada por comer da Árvore da Vida.

Uma das coisas mais impressionantes é que na eternidade passada, quando Deus pensou em gerar essa família, Ele viu que o pecado se tornaria um problema. Obvio que Deus tinha a solução! O que Deus fez?

Qual foi a sua resposta diante do problema que surgiria chamado pecado?

Em l Pedro 1:18-20 diz: …sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós…

Deus oferece seu único Filho para que o seu sonho não sucumbisse diante do pecado. A cruz nunca foi um plano B! Deus viu o problema e resolveu antes mesmo que ele viesse a acontecer. Isso significa que Deus sempre está agindo à frente.

Sabe o que posso aprender com isso? Não tem jeito de eu dar errado! Não tem jeito de você dar errado!

O plano de Deus foi infalível! Sendo assim, só me restar descansar na verdade que Paulo falou em Filipenses 1:7 – Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.

Como Paulo tinha tanta certeza da conclusão da obra que Deus começou em sua vida? Porque ele tinha plena convicção que o sonho de Deus era um plano eterno sem nenhuma falha. Nunca se esqueça, Deus vai a frente!

O sucesso não vai acontecer, já aconteceu! Deus nunca falhou! Agora, essa verdade precisa afetar nossa maneira de responder ao sonho de Deus de sermos sua família. Então, quando aprendemos a viver como família de Deus, manifestamos o sonho de Deus.

Por isso Jesus disse que seria reconhecido pelo mundo como Filho enviado de Deus por meio da maneira como nos relacionamos.

Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim (nós), por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste (mundo creia que Jesus é o enviado).

Eu lhes tenho transmitido a glória (doxa – boa opinião de Deus a nosso respeito) que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste (além de crer eles reconhecerão que Jesus é o enviado, mas também que o Pai nos amou do mesmo jeito que amou Jesus), como também amaste a mim (aperfeiçoados na unidade tendo a mesma boa opinião sobre cada um de nós).

Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo. Pai justo, o mundo não te conheceu; eu, porém, te conheci, e também estes compreenderam que tu me enviaste (nós sabemos que Jesus é o enviado).

Eu lhes fiz conhecer o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles (receber revelação do Pai nos leva a ser receptáculos do mesmo amor que Jesus recebeu do Pai), e eu neles esteja (Jo 17:20-26).

Você consegue ver o poder que é liberado em nossa unidade? Porque você acha que o diabo trabalha, e muito, para criar obstáculos em nossos relacionamentos de igreja? Para impedir que sejamos uma expressão e canal do amor de Deus hoje!

Deus deseja que o seu amor seja conhecido por todos. E Ele escolheu a família para expressar esse amor. E você faz parte desta família.

Então, esse é o nosso chamado! Essa é nossa essência!

Isso é ser Hebrom – A Comunidade do Amor.

Categorias: Mensagem